Por que a calvície afeta mais os homens?

A alopecia, ou como é mais conhecida, a calvície, é a diminuição total ou parcial dos cabelos. É uma doença que inicia quando os fios capilares começam a ficar finos, fracos e menores. Depois acabam caindo e os fios não crescem mais.

É comprovado que é um problema que atingem mais os homens (no mundo todo), mas não significa que as mulheres não sejam afetadas pela doença.

Através de pesquisas, a Sociedade de Dermatologia concluiu que até os cinquenta anos, 50% dos homens são afetados pela calvície em maior ou menor intensidade.

Mas, nem sempre a queda de cabelo significa calvície. Uma quantidade de perda de cabelo é considerada normal.

Se você está perdendo cabelo e quer saber se está a caminho da calvície, observe os fios na parte da frente. Se estiverem ficando mais finos, pode ser um sinal de alerta, caso contrário produtos como maquiagem para cabelo do tipo Make Hair funciona para resolver pequenas falhas..

Quando o fio começa a ficar fino, é sinal que está começando a morrer. Não é possível recuperar a produção dos fios pois o folículo já estará morto, mas se você não deseja ficar calvo, existem tratamentos que podem evitar que o processo continue.

Mas porque a calvície afeta mais os homens?

A calvície é mais comum nos homens por razões genéticas. A genética não é única causa, existem outras, mas o homem possui uma suscetibilidade genética (que é herdado tanto da mãe como do pai), que pode desencadear a queda de cabelos.

Esta combinação ocorre quando a testosterona reage com uma enzima dando origem a outro hormônio que se chama DHT. Este hormônio atua nos folículos capilares que se fecham, provocando a morte das células que são responsáveis pela produção dos fios.

Desta forma, este hormônio vai desencadear a calvície no homem que tiver esta predisposição genética. Portanto mudanças hormonais são a grande causa do problema.

No caso das mulheres, que os níveis de testosterona são muito baixos, as chances de desenvolverem a calvície se torna bem menor, ainda que a possibilidade exista, quando ocorrem são menos drásticos.

Como já dissemos as causas da calvície não são apenas genéticas. Observe seus hábitos e veja se você não está contribuindo para sua calvície por estas razões:

  • Uso excessivo de produtos químicos no couro cabeludo. Tinturas, alisamentos, permanentes, progressivas etc.
  • Uso frequente de secador de cabelo.
  • Alimentação inadequada.
  • Uso excessivo de gel, fixador, cremes etc.
  • Oleosidade do couro cabeludo (geralmente quando a temperatura da água do banho é muito quente provoca excesso desta oleosidade)
  • Disfunção hormonal.