Como funciona o Dropshipping

Se você sonha em ter um e-commerce para venda de importados, conhecer a técnica de dropshipping, sem dúvidas, é fundamental para ter sucesso nas vendas.

Então, para quem não sabe, o dropshipping nada mais é do que uma técnica de importação muito utilizada para e-commerces, marketplaces e também para empreendedores individuais.

Assim sendo, o processo é muito simples e facilita muito a importação de produtos para a revenda.

Então, você como importador vai receber um pedido na sua loja virtual. Quando o pedido do seu cliente for confirmado, você então vai fazer um pedido do produto para o seu fornecedor e ele fará o envio diretamente para o cliente em nome da sua empresa.

Imagine que você compre no site bang good e deseja revender aqui no Brasil, por exemplo. Então, você cria sua própria loja virtual.

Sem cliente então vai entrar na sua loja virtual e escolher uma camiseta. Depois você vai até o fornecedor e encomenda essa camiseta e fornece o endereço de envio do cliente para que ele receba o produto diretamente.

Dessa forma, você não precisa ter estoque, que é o que gera a maior perda de dinheiro para quem importa, afinal, o que fazer com um produto pelo qual você importou, já pagou e ninguém comprou?

Além disso, usando a técnica de dropshipping para importação, seu único investimento inicial vai ser a criação de sua loja virtual. No restante, você só vai comprar o produto do fornecedor quando o pagamento do cliente for aprovado.

Essa prática é segura, permite que você tenha preços bastante competitivos e ainda possibilita ter um negócio de sucesso com risco zero.

Principais benefícios do dropshipping

Existe uma grande variedade de benefícios que podem ser citados com o uso da técnica de dropshipping, veja:

  • Diminuição dos gastos: você não precisa investir em peças para ter um estoque. Isso possibilita começar um negócio com baixíssimo investimento
  • Flexibilidade: você pode vender qualquer produto, de qualquer loja e controlar o seu negócio de qualquer lugar do mundo, bastando uma conexão com a internet.
  • Despesas reduzidas: sem estoque, catálogo e funcionários para realizar a separação e despacho dos pedidos, a técnica se mostra muito econômica.
  • Trabalho simplificado: como o produto é processado pelo fornecedor, tudo o que você precisa fazer é repassar o pedido. Portanto, mais pedidos não significa, necessariamente, mais trabalho para você.

Tudo isso faz com que o dropshipping seja uma excelente forma de empreender com importação.

Mitos sobre o clareamento dental

Ter o sorriso branco é um sonho para muitas pessoas e hoje ele pode ser facilmente alcançado com as mais variadas técnicas, que vão desde as mais agressivas feitas em consultórios até as técnicas caseiras.

No entanto, especialmente quando falamos das técnicas feitas em consultório, alguns cuidados são essenciais para evitar problemas.

Então, vamos conhecer alguns mitos sobre o clareamento dental:

  • Meu dente vai ficar bem branquinho

Depende! A primeira coisa que precisa ser explicada é que cada dente tem um tom, ou seja, alguns tem um tom mais amarelado, outros mais acinzentado e etc.

Sendo assim, o clareamento dental vai sim deixar o seu dente bem mais claro e até sem manchas, mas não vai mudar a cor dele.

No entanto, claro, o dente fica muito mais bonito e o sorriso fica muito mais claro, principalmente se usar produtos de qualidade como o The Miracle White que já é um sucesso de vendas devido sua eficiência.

Vale lembrar ainda que existe uma escala de tons de dentes que vão do A até o D e o clareamento pode modificar de 2 a 3 tons da cor, o que já é uma grande mudança.

  • O dente fica mais forte

Outro grande mito é que todos os tipos de clareamento deixam os dentes mais fortes e saudáveis. Não mesmo!

Os clareamentos dentais realizados em consultório usam químicos para tirar manchas e pigmentos dos dentes. Com isso, pode ocorrer um grande aumento da sensibilidade, tanto durante o procedimento quanto um bom tempo depois.

Por isso é que esse tipo de procedimento com cáusticos e peróxidos só deve ser feito por um profissional habilitado e nunca por conta própria.

No entanto, a verdade é que, atualmente, já existem muitos clareadores caseiros que são mecânicos e não químicos. Nesse caso é possível ter um ótimo resultado, gastando menos e sem prejudicar os dentes nem mesmo temporariamente.

  • Alguns alimentos devem ser evitados

Pois bem, se você for realizar um clareamento dental em consultório, sim, o dentista vai pedir que você deixe de ingerir uma série de alimentos, tais como vinho, chás, refrigerantes, chocolate e qualquer outro que contenha pigmento que possa manchar os dentes.

No entanto se você for fazer um clareamento dental caseiro, daqueles em pó, não é preciso abrir mão de nenhum alimento e não há o risco de manchar os dentes