Impotência após cirurgia de próstata

Normalmente, quando o câncer de próstata é retirado tardiamente, a forma de tratamento consiste na necessidade de retirada da próstata. Nesse caso, o procedimento é chamado de prostatectomia radical.

O que acontece é que muitos homens acabam tendo um grande medo da impotência sexual depois do procedimento, pois é um risco que realmente existe.

No entanto, claro, nada disso é motivo para não tratar o problema, afinal, câncer é coisa séria o de próstata é uma das condições que mais afeta os homens com mais de 50 anos de idade.

Então, vamos saber um pouco mais sobre o assunto e entender mais sobre a impotência após cirurgia da próstata.

Pode ocorrer impotência pós cirurgia da próstata?

Sim, realmente pode ocorrer um quadro de impotência sexual transitório ou permanente em pacientes que passaram por procedimento para a retirada da próstata.

Isso pode acontecer por diversos motivos que vão desde fatores relacionados ao paciente, como idade, outras comorbidades e também a sua situação da ereção antes da cirurgia, até problemas de danos aos nervos durante o procedimento mesmo.

Isso pode ocorrer especialmente em alguns casos, dependendo da localização do tumor.

Tratamentos para recuperar a ereção

Além das dicas que irei lhe mostrar abaixo, existe também suplementos naturais para melhorar a ereção, e o size plus é um dos melhores, se você não sabe como usar esse produto, leia: size plus come si usa

Mesmo com isso acontecendo, existem alguns tratamentos que podem ser aplicados para ajudar a recuperar a ereção depois de uma cirurgia na próstata, veja:

  • Reabilitação sexual

Consiste na retomada gradual aos estímulos penianos, preservando o tecido erétil e aumentando a possibilidade de recuperação.

Esse tratamento deve iniciar-se antes mesmo da cirurgia, possibilitando que o paciente já se familiarize com o que terá que enfrentar.

Isso inclui manusear o pênis, esticá0lo durante o banho, masturbar-se e outros.

  • Medicamentos via oral

Existe ainda a possibilidade de recorrer ao uso de medicamentos tradicionais, como Viagra, Cialis e outros. No entanto, não durante os primeiros meses, pois pode ocorrer uma dificuldade de comunicação entre o cérebro e o órgão genital.

Isso especialmente se houver ocorrido alguma lesão ao nervo e se ele não foi totalmente seccionado, pode levar cerca de 6 meses para que voltem a se comunicar.

  • Terapia injetável

Além dos medicamentos orais, pode-se também usar injeções intracavernosas, que atuam diretamente no pênis, mesmo quando há uma lesão completa ou incompleta do nervo.

Esse é um recurso que pode ser muito útil nesse período, mas só deve ser feito com o acompanhamento de um médico.

  • Bomba peniana

Caso nada tenha efeito, é possível ainda optar pela bomba peniana, que ajuda a promover ereções de maneira mecânica, além de evitar fibrose e atrofia dos tecidos.

Agora você já sabe mais sobre como tratar a impotência após cirurgia da próstata!