Impotência após cirurgia de próstata

Normalmente, quando o câncer de próstata é retirado tardiamente, a forma de tratamento consiste na necessidade de retirada da próstata. Nesse caso, o procedimento é chamado de prostatectomia radical.

O que acontece é que muitos homens acabam tendo um grande medo da impotência sexual depois do procedimento, pois é um risco que realmente existe.

No entanto, claro, nada disso é motivo para não tratar o problema, afinal, câncer é coisa séria o de próstata é uma das condições que mais afeta os homens com mais de 50 anos de idade.

Então, vamos saber um pouco mais sobre o assunto e entender mais sobre a impotência após cirurgia da próstata.

Pode ocorrer impotência pós cirurgia da próstata?

Sim, realmente pode ocorrer um quadro de impotência sexual transitório ou permanente em pacientes que passaram por procedimento para a retirada da próstata.

Isso pode acontecer por diversos motivos que vão desde fatores relacionados ao paciente, como idade, outras comorbidades e também a sua situação da ereção antes da cirurgia, até problemas de danos aos nervos durante o procedimento mesmo.

Isso pode ocorrer especialmente em alguns casos, dependendo da localização do tumor.

Tratamentos para recuperar a ereção

Além das dicas que irei lhe mostrar abaixo, existe também suplementos naturais para melhorar a ereção, e o size plus é um dos melhores, se você não sabe como usar esse produto, leia: size plus come si usa

Mesmo com isso acontecendo, existem alguns tratamentos que podem ser aplicados para ajudar a recuperar a ereção depois de uma cirurgia na próstata, veja:

  • Reabilitação sexual

Consiste na retomada gradual aos estímulos penianos, preservando o tecido erétil e aumentando a possibilidade de recuperação.

Esse tratamento deve iniciar-se antes mesmo da cirurgia, possibilitando que o paciente já se familiarize com o que terá que enfrentar.

Isso inclui manusear o pênis, esticá0lo durante o banho, masturbar-se e outros.

  • Medicamentos via oral

Existe ainda a possibilidade de recorrer ao uso de medicamentos tradicionais, como Viagra, Cialis e outros. No entanto, não durante os primeiros meses, pois pode ocorrer uma dificuldade de comunicação entre o cérebro e o órgão genital.

Isso especialmente se houver ocorrido alguma lesão ao nervo e se ele não foi totalmente seccionado, pode levar cerca de 6 meses para que voltem a se comunicar.

  • Terapia injetável

Além dos medicamentos orais, pode-se também usar injeções intracavernosas, que atuam diretamente no pênis, mesmo quando há uma lesão completa ou incompleta do nervo.

Esse é um recurso que pode ser muito útil nesse período, mas só deve ser feito com o acompanhamento de um médico.

  • Bomba peniana

Caso nada tenha efeito, é possível ainda optar pela bomba peniana, que ajuda a promover ereções de maneira mecânica, além de evitar fibrose e atrofia dos tecidos.

Agora você já sabe mais sobre como tratar a impotência após cirurgia da próstata!

5 dicas para tratar a impotência sexual

Chegou até aqui atrás de dicas para tratar impotência sexual? Então, veio ao lugar certo. Confira nesse artigo 5 dicas de tratamentos.

A impotência sexual, que afeta homens de todas as idades mas, principalmente,  após os 40 anos de idade, ainda é um problema envolto a uma série de tabus e dúvidas.

Embora o problema seja definido como a dificuldade em iniciar e/ou manter a ereção durante a relação sexual, nem sempre é um sinal de doença e pode acontecer com qualquer homem, ou seja, ninguém está livre de falhar durante a relação, principalmente, se estiver passando por um momento de maior ansiedade ou estresse.

Quando essa “falha” acontece uma vez ou outra, muito esporadicamente, não é preciso maiores preocupações, já que o estresse do dia a dia, realmente, pode resultar em problemas desse tipo, mas, caso esteja acontecendo com muita frequência, e a confiança esteja até diminuindo, então, é hora de procurar ajuda médica.

Acredite, hoje é possível tratar facilmente qualquer problema, desde que se procure logo ajuda, e o melhor de tudo é que já existe suplementos naturais como o laxpower que além de melhorar o desempenho sexual, ainda não tem efeitos colaterais.

Antes de se preocupar, no entanto, vale considerar as seguintes dicas:

1) Isso pode acontecer com qualquer um

Provavelmente, você já ouviu essa clássica frase, e realmente é verdade. Qualquer homem, e de qualquer idade, pode passar por esse tipo de problema. Na verdade, é muito alta a porcentagem de homens que passam por esse problema.

2) Não sofra em silêncio

Acredite, embora não possa solucionar o problema, falar sobre ele, ao menos, ajuda muito. Seja com a parceira ou com o médico, isso ajuda a reduzir a pressão e a ansiedade que podem até levar à depressão..

3) Não adie o problema

Não deixe o problema se arrastar. Ao persistirem os sintomas busque logo ajuda de um profissional, quanto antes diagnosticar, mais fácil será o tratamento.

4) Respeite seus limites

Embora o problema também possa acontecer com homens mais jovens, ainda é maior a incidência em homens mais velhos. Aprenda a tirar proveito da idade e experiência, se por um lado não tiver a mesma disposição e frequência dos mais jovens, por outro, a tendência é a qualidade ir melhorando. Respeite seus limites e tire proveito de sua experiência.

5) Procure ajuda médica

Quanto mais adiar a ida a um profissional, mais chances terá do problema se agravar e até em resultar em novos problemas. A ida ao médico com uma avaliação completa é importante para lhe tranquilizar. Acredite, muitas vezes a impotência não é o problema, mas o sintoma de algum outro, por isso é fundamental procurar ajuda de um profissional.

Vale ter em mente que a medicina está super avançada, mas para tirar proveito desse avanço é preciso que o diagnóstico seja feito o quanto antes. Também não procure se automedicar, o uso de estimulantes sexuais sem acompanhamento médico pode trazer sérios riscos à saúde. Por isso, não espere o problema evoluir para procurar ajuda, se os episódios se tornarem frequentes, procure o quanto antes um médico especializado.

Como a Diabetes pode causar Impotência Sexual

Você sofre com diabetes e quer saber se ela, realmente, pode causar impotência sexual? Quer saber como isso acontece? Então, continue lendo esse artigo.

 Antes de entrar no assunto, vale saber que a impotência sexual é a incapacidade de ter ou manter uma ereção rígida o suficiente para permitir a penetração durante o ato sexual.

Sem dúvida, a impotência sexual é um problema que tira o sono de todos os homens, até porque, embora seja mais comum atingir os homens a partir dos 40 anos, ela pode ocorrer também em pessoas mais jovens, ou seja, qualquer um pode apresentar o problema.

Muitas são as causas da impotência sexual, dentre elas, está a diabetes, já que o diabético possui uma série de alterações vasculares e sensitivas, as quais podem afetar a circulação do sangue no pênis e a sensibilidade, e assim, dificultar a ereção.

Vale considerar que para ter e manter uma ereção, o homem precisa de estímulos os quais são responsáveis por aumentar a circulação sanguínea no pênis, isso não acontecendo, não consegue as condições necessárias para o ato sexual.

Causas da impotência sexual no diabético

Dentre as cs causas da impotência sexual no diabético, podemos citar as seguintes:

Stress e ansiedade, não devem ser descartados esses fatores, e principalmente no caso dos diabéticos, e isso por causa das restrições na alimentação, das necessidade de cuidados circulatórios e do medo da própria condição.

Alterações circulatórias,  elas podem fazer com que a chegada de sangue na região peniana não seja suficiente;

Obstrução da artéria peniana, a aterosclerose interfere também na circulação, fazendo com que diminua a concentração de sangue na região peniana;

Alterações na sensibilidade, com a falta de circulação suficiente, a própria sensibilidade é afetada, portanto, diminuindo o prazer sexual;

Mas tem cura a impotência sexual no diabético?

Cada caso é sempre um caso, e vai depender muito da gravidade em que os vasos sanguíneos tenham sido afetados.

Muitas vezes, em casos mais complexos, um tratamento pode não ser suficiente para uma ereção satisfatória, porém, isso só pode ser avaliado com o tratamento em andamento, para que seja observada a possibilidade de reverter o problema, ou uma melhora na ereção.

Mas existem produtos que ajudam, o V8 Big Size funciona mesmo para diabéticos, então vale a pena usar.

Por isso, é tão importante obedecer alguns cuidados como controlar o nível de glicose e pressão arterial, manter um peso ideal com uma dieta equilibrada, e visitar regularmente o médico.

Com certeza, cuidar e procurar ajuda é fundamental para tratar a impotência, até porque, a medicina está super adiantada, sendo possível apelar para várias formas de tratamento, como:

  • Remédios vasodilatadores;
  • Exercício físico intenso: como corrida durante 1 hora, 3 vezes por semana;
  • Prótese semi-rígida no pênis;
  • Investir em remédios caseiros .

Como foi dito, a medicina está bem avançada, existindo tratamento para cada caso que deve ser analisado cuidadosamente por um médico urologista especializado, e a automedicação pode ser prejudicial, ainda mais quando o paciente apresenta um quadro de diabetes.